Os Descendentes de Johann Matthias Jacobi no Brasil
1728 até o presente

website de autoria de  Pedro Jacobi um descendente de Johann Matthias Jacobi


 
Peter Jacobi
 *14.03.1771 + 1879 com 108 anos 
 
Peter nasceu em 14.03.1771 na localidade de Reil, Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz, Alemanha, as margens do Rio Mosel um afluente do Reno. Na época Reil pertencia à Prússia que viria a ser a Alemanha somente a partir de 1870.

Peter é filho de Johann Matthias Jacobi e Elisabeth Reis. Católico, após um período no exército prussiano trabalhou como vinicultor em Reil.  (veja mais)

Peter , nos estudos genealógicos pesquisados, alguns podem ser  visualizados abaixo, tem o nome com várias grafias: Peter Jacobi, Peter Jacoby, Peter Jakobi e Petro Jacobi.
Estudo genealógico de Rosenthal na Geneanet mostra os pais de Peter Jacobi
 
Peter viveu 108 anos nesta região, sob a influência de grandes mudanças políticas.

A Prússia era um reinado que se estendia da Polônia ao Mar Báltico englobando uma boa parte do que é hoje considerado Alemanha.
Graças a um poderoso exército a Prússia expandiu suas fronteiras. Em 1870 ela foi assimilada pelo Império Alemão.
Em 1932 foi completamente abolida. 


Bandeira da Prússia
Bandeira da Prússia no século 19

A região de Reil, onde Peter nasceu, fazia parte do Rhineland (Terra do Reno) e esteve sob o controle da França entre  1794 e 1813. Era uma região muito rica, fértil,  grande produtora de vinhos (veja mais), com vários territórios, principados e ducados  frequentemente controlados por líderes religiosos.

Em especial o Distrito de Bernkastel-Wittlich, que engloba a municipalidade de Reil,  é uma colcha de retalhos composta por pequenas comunidades com áreas de poucas dezenas de quilômetros quadrados onde Reil e Traben-Trarbach se destacam.

Outras pequenas municipalidades de Bernkastel-Wittlich , todas em um raio de 10km, abrigaram, também, uma boa parte da Família Jacobi da Prússia.  São elas: Kröv, Ürzig, Wolf, Mosel Burg, Starkenburg, Kinheim,   Enkirch, Briedel, Zell, Kinderbeuern, Zeltingen-Rachtig, Bengel e Klüsserath.

Era chamada a Província da Prússia do Reno.

Os habitantes da época preferiam se chamar de Julichers, Klever ou Kölners.

Em  1813 os Prussianos se rebelaram e começaram a "Guerra da Liberação" que visava a expulsão de Napoleão Bonaparte e suas tropas
Os prussianos venceram a guerra. Em novembro de 1814 os prussianos e a coalizão  invadiram  a França, forçando o Tratado de Paris .

Ainda nesta época a Prússia se aliou à Inglaterra .

Talvez Peter Jacobi simplesmente se rebelou contra os franceses que haviam ocupado as terras dos seus ancestrais. Ou, quem sabe, o nosso ancestral prussiano Peter Jacobi, tenha sido  influenciado pela história do Barão Jacobi um Prussiano que se tornou Embaixador em Londres e Viena e que influenciou a geopolítica europeia facilitando a decisão da Prússia de entrar em guerra contra a França.

Concidência ou não , nestes períodos turbulentos,  Peter Jacobi havia se alistado no poderoso exército prussiano que guerreou contra a França.

Na batalha de Waterloo, no domingo 18 de junho de 1815,  Peter Jacobi, com 44 anos e o exército Prussiano, sob o comando do General Gebhard Leberecht von Blücher, conseguiu abrir o flanco direito das tropas francesas. Este fato foi decisivo e facilitou aos ingleses, comandados por Wellington, penetrar as defesas de Napoleão. Waterloo foi o fim de Napoleão Bonaparte.

Importantes trechos da batalha de Waterloo foram contadas pelo parente de Peter Jacobi, o  General Carl Jacobi que na Batalha de Waterloo era um Capitão do batalião prussiano Lüneberg


Carl Jacobi entra em detalhes interessantes sobre as relações entre os soldados prussianos os aliados ingleses (que ganhavam mais) e com os "covardes belgas"...
Comentário do General Carl Jacobi sobre a Batalha de Waterloo no dia 18/06/1815 a uma hora da tarde... extraído do  Hanoverian and Kings German Legion (KGL) que continha 49 manuscritos originais no Niedersächsisches Hauptstaatarchiv in Hanover.

Em apenas um dia 300.000 combateram e 47.000 pereceram.

Em Waterloo morreram 22.000 soldados da coalizão Inglaterra-Prússia. 
waterloo
Soldados prussianos atacando os franceses na batalha de Waterloo na vila de Plancenoit

Peter Jacobi foi um dos poucos sobreviventes de Waterloo**.
 
Livro faz menção da história de Peter Jacobi na Batalha de Waterloo
 
Este estudo genealógico de John Rosenthal, na Geneanet, mostra que Peter Jacobi casou, em 1798, com Maria Catharina Klerings

Peter Jacobi casou, pela primeira vez em 13/02/1798 com
Maria Catharina Klerings (*1773 +1813) em Reil. Neste primeiro casamento Peter Jacobi não teve filhos.

Um outro estudo genealógico mostra um certificado de casamento (abaixo) onde o casamento de Petro JacobY com Maria Catharina Klaring (grafia do certificado) ocorreu em Cröv a poucos quilômetros a sul de Reil. Este documento mostra o pai de Peter como sendo  Joannis Mathia, casado com Elisabetha Reiss. Esses erros de grafia tornam a pesquisa muito mais difícil e complexa, mas este certificado define o pai de Peter como o mesmo Johann Matthias que casou com Elisabeth Reis em Reil.
 
Genealogy Society Indexes - Marriage Certificate
Last Name : KLARING
First Name : Maria Catharina
Gender : F
Place of marriage : Cröv, Rheinland, Preußen, Germany
Date of Marriage : 02/12/1798
Spouse Last Name : JACOBY
Spouse First Name : Petro
Sex of Spouse : M
Father's name : KLARING
Father's First Name : Michaelis
Gender of father : M
Mother's Last Name : NISEN
Mother's First Name : Anna Catharina
Gender of mother : F
Husband's Father Name : JACOBY
Spouse's Father First Name : Joannis Mathia
Gender of spouse's father : M
Wife's Mother Name : REISS
Spouse's Mother First Name : Elisabetha
Gender of spouse's mother : F

Transcribed By : Familysearch
Parish and civil index. Source Familysearch.org


 Um ano após a morte de Maria Catharina ele casou novamente.
   
Neste estudo feito por mim (familySearch) é visto a descendência de Peter com Anna Margareth Unfried

O segundo casamento* ocorreu  em 1814, com Anna Margarethe Unfried, uma filha de Martin Unfried e Anna Barbara Haas. Anna era, também, católica e nasceu em 29.05.1785 na localidade de Reil, na Alemanha e veio a falecer em 02.07.1865, também em Reil.

Com Anna Margarethe Peter Jacobi  teve 5 filhos:

-Anna Margarethe Jacobi : nasceu em 4 outubro 1814 em Reil, Kreis Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz. Anna casou-se com Johann em 8 abril 1834 em Reil, Kreis Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz.

-Johann  (Peter) Jacobi : nasceu em 20 fevereiro 1816 em Reil, Kreis Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz. Ele faleceu em 4 agôsto 1899 em Reil, Kreis Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz. Johann teve um filho de nome Johann Jacobi que emigrou para Bom Princípio/RS, Brasil em 1863.

-Peter Jacobi : nasceu em 23 setembro 1817 em Reil, Kreis Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz. Peter casou-se com Maria Anna em 25 abril 1854 em Reil, Kreis Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz.

-Matthias Jacobi : nasceu em 11 maio 1820 em Reil, Kreis Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz. Ele faleceu em 18 abril 1823 em Reil, Kreis Bernkastel-Wittlich, Rheinland-Pfalz.

-Jakob Jacobi : nasceu em 1 junho 1822 em Reil . Jakob foi o primeiro descendente de Johann Matthias Jacobi, que emigrou para o Brasil em 1855.
Ele faleceu em 11 março 1899  em Feliz, RS e foi enterrado em Cemitério Católico de Alto Feliz Velho.
 
Árvore genealógica de Peter e Anna Margarethe feita por Harry Poulos na Geneanet. Observar uma outra variação da grafia (Jacobi escrito com K). Esta árvore não mostra a continuidade dos filhos de Johann Jacobi pois estes vieram
 
Genealogia de Peter segundo os estudos de André Hammann e Schmidt, Nélio, Famílias de Origem Alemã no Rio Grande do Sul Volume I, Genealogia RS, Porto Alegre, 2015 - Observar que os nomes, assim como as datas, coincidem  em ambos os estudos.
 

Clique para ver a pesquisa  que traça a história da migração dos primeiros Jacobi até a localidade de Reil na Prússia de onde veio o meu bisavô Johann Jacobi em 1863

 
 



Fontes:

-Captain Karl Jacobi
-Correspondência Jacobi - Waterloo
-Hammann, André, A História da Família Jacobi, não publicado,
-Schmidt, Nélio, Famílias de Origem Alemã no Rio Grande do Sul Volume I, Genealogia RS, Porto Alegre, 2015
-Relatos diversos dos descendentes de Peter Jacobi
- Pesquisas do Padres Blásio Jacobi e de José Steffens**
Principal - Contate-nos
Peter Jacobi    170